terça-feira, 22 de fevereiro de 2011

Tati, O Retorno

Há uns 8 anos adotei uma gatinha que estava eu uma ONG "de proteção animal" aqui de Porto Alegre, se é que me entendem... A Tati já veio adulta, com head tilt, ou seja, com a cabeça torta pro lado esquerdo. Ela sempre teve uma secreção nasal horrível, que não passa nunca, melhora com antibióticos, mas depois volta. Eu já tentei de tudo com a Tati, além de alopatia, acupuntura, fisioterapia respiratória, fitoterapia chinesa, mas nada nunca resolveu de fato o problema.

Ano passado ela parou de comer e ficou uma temporada internada, depois voltou pra casa e fiquei uns meses dando comida forçada pra ela, até que um dia, do nada, voltou a comer por conta. Ninguém sabe o que ela tem, acredita-se que ela tenha pólipos ou massas tumorais benignas que estão crescendo e comprimindo parte das estruturas entre o ouvido e o cérebro, mas devido a falta de recursos na medicina veterinária, não temos como fechar o diagnóstico.

Semana passada levei o maior susto! Ela que andava bem até, teve 3 convulsões na minha mão. Corri pra clínica com ela, e por 1 ou 2 dias ela ficou totalmente sequelada, teve síndrome vestibular. Deprimente demais de ver, vc virava ela pro lado direito e ela rodopiava e urrava, foi um sofrimento terrível! Eu estava apavorada com medo das coisas terminarem em eutanásia :'(

A Tati é guerreira, e está dando a volta por cima! Ainda não caminha, mas já consegue se virar e ficar sentadinha. Comecei uns exercícios de fisioterapia com ela, já que estou fazendo pós-graduação nisso, tirei a pobre pra cobaia. Uma cobaia do bem, é bem verdade :-D Essa semana ainda, eu e uns amigos vamos desenvolver a cadeira de rodas pra ela voltar pra casa e poder continuar se reabilitando. Certamente postarei aqui o resultado disso.


video

4 comentários:

  1. Boa sorte para tua gatinha, ela é uma guerreira mesmo!! Fiz um vídeo sobre o Mike nosso gatinho ele tb é um exemplo de luta pela vida.
    http://www.youtube.com/watch?v=UHXLZuEn5Uk&
    Parabéns pelo blog!
    Abraço!

    ResponderExcluir
  2. Me emociona muito com essas histórias. Amo gatos e tb adotamos uma: Lola, nossa filha amada.
    Beijinhos e parabéns pelo blog
    Joana (Jô)

    ResponderExcluir
  3. Me emocionei com a história do Mike! Parabéns pela dedicação Lu! E ele também é pretinho que nem a Tati :-)
    A Tati tá cada dia melhor, mas é preguiçosa. Está caminhando, toda banza mas caminha. O que tá cada vez pior é a secreção nasal dela. Tem dias que tenho que forçar a alimentação, pq ela não quer comer, tamanho o desconforto :-(
    Amanhã vou ver se filmo ela e posto aqui, pra vcs verem como ela tá caminhando ;-)

    ResponderExcluir
  4. Sei q vc eh vet, mas vc teria coragem de fazer eutanasia no seu proprio gato? Eu acho que morreria mas nao faria.

    ResponderExcluir